Profissional de Educação Física, Mauricio Sestari Argento é mais um dos muitos envolvidos com a corrida que driblaram a pandemia para seguir treinando. Estudante de Fisioterapia e fundador do grupo de corrida 100 Limites, de Nova Odessa-SP, Maurício já planeja um 2022 com muitos quilômetros pela frente! Confira!

´´Eu sempre gostei de esportes individuais, principalmente corrida, ciclismo, natação, tênis de mesa… entre outros.  Em 2016 eu fiz a minha primeira prova de 5K na cidade em que moro, a Nova Odessa Running. Antes disso só fazia algumas corridas no centro cívico em Americana ou na esteira, o famoso cardio…

E logo naquela primeira corrida em 2016 me apaixonei pelo esporte. Minha distância preferida são os 10K, em que tenho a marca de 40:54.  Já fiz várias meias maratonas e uma maratona em 2019, no Rio de Janeiro.

Sempre gostei de treinamento e sou professor de educação física. Então há seis anos fundei o Grupo de Corrida 100 LIMITES, pensando em ajudar as pessoas a começarem nesse esporte que eu gosto tanto. O objetivo sempre foi trazer mais pessoas para a prática esportiva e o cuidar com a saúde. Esse é o foco do grupo atualmente!

A corrida ajuda a me conhecer e me conectar com meu corpo, gosto de sair para correr para ter a sensação de liberdade de correr ao ar livre, me conectar com meus pensamentos e cuidar da minha saúde e qualidade de vida. Proporcionar isso às outras pessoas é também muito gratificante!

Nesta pandemia os treinos não pararam. Na fase mais crítica, quando estava com maior distanciamento social, nós fazíamos o treino escalonado com saída dos alunos para correr a cada 15 minutos e quem não se sentia confortável para treinar presencialmente treinava à distância.

Meus horários mais flexíveis, então consigo conciliar trabalho e treino. Minha esposa também corre e consigo conciliar a vida familiar com a corrida também sem problema.

Seguimos fortes e os planos para 2022 são de ampliar os horários de treino presenciais e seguir divulgando os planos à distância. A ideia é levar a corrida de rua a mais pessoas, compartilhando esse esporte que tanto amo e que tanto faz bem à nossa saúde. Este ano gostaria de fazer duas maratonas entre outras provas como meias maratonas e 10 km…´´

270 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *