Action run1
Alunos de Porto Alegre/RS

A corrida vai muito além de gesto de correr. Pode ser usada como instrumento de socialização e de recuperação. Em muitos casos, o pace é um mero detalhe e o que importa é o caminho e não o fim dele, a linha de chegada. Algumas assessorias tem sua origem – ou algo por trás dela – que nos estimulam a falar de corrida. O jornalista que voz escreve, quando ouve estas histórias costuma dizer “é disso que eu falo quando falo de corrida”.   É de histórias como a do treinador Marcus Vinícius Vargas e da Action Run, assessoria esportiva com base em Porto Alegre, que falamos. Confira! E se quiser saber um pouquinho mais, visite o site da equipe: www.actionrun.com.br.

Quando, onde e como surgiu a Action Run?

Em maio de 2014 alguns amigos que moravam em Canoas pediram que eu fizesse um acompanhamento personalizado dos seus treinos de corrida. Então criei a ViniRun. Já trabalhava com corrida junto com o ultramaratonista Daniel Gohl, em sua academia, em Porto Alegre. Durante três anos fui estagiário e depois fui efetivado, Isso até o início do trabalho próprio no grupo de corridas, em Canoas.

O foco está nas corridas de rua?

O foco está no acompanhamento da rotina de cada aluno, indicando os exercícios e tipos de corrida adequados para os objetivos próprios de cada um, como emagrecimento, fazer alguma prova específica, baixar tempo…

Antes da assessoria qual seu envolvimento com a corrida?

Trabalhava na academia Gohl Running e fundei um grupo de corrida voltado para recuperação de dependes químicos chamado ‘Projeto Nova Vida’. A RBS Esportes fez uma série de reportagens com o projeto até a Maratona de Revezamento de Porto Alegre. Participamos da prova com 16 dependentes em recuperação! Um trabalho que deixou inúmeras marcas e com participação em congressos nacionais!  (“É disso que eu falo quando falo de corrida”)

WhatsApp Image 2018-01-11 at 15.06.48
Alunos de Corumbá/MS

Você se lembra do seu primeiro dia de fato com a equipe? 

O primeiro treino foi em 28 de maio de 2014. Eram cinco alunos em uma noite  congelante no Capão do Corvo, em Canoas! Na época acompanhava os alunos de forma presencial nas aulas. Passamos a ter cinco locais de treinos presenciais até a mudança para ActionRun no dia 1º de maio de 2016. A partir dali os alunos passaram a ter acompanhamento online, com o SisRUN.

Como a assessoria tem se consolidado no mercado running?

Quando iniciei a ViniRun, o acompanhamento online não era uma realidade muito intensa. Há dois anos, quando passei a acompanhar mais efetivamente de forma online, alcançando alunos em MS, SP, RJ e SC, o mercado começou a ter mais profissionais neste tipo de acompanhamento. Hoje tenho alunos em Roma (ITA), Cancun (MEX), Quito (EQU) e em algumas cidades do Brasil. O mercado running ainda tem muito a crescer, principalmente nem relação ao acompanhamento personalizado e à distância!! Essa prática é bem comum nos EUA, por exemplo.

Action run

ActionRun: foco no acompanhamento, na rotina e no objetivo de cada aluno
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *