A analista de sinistro Vanessa Andrelo corre desde 2015. Começou por conta própria, sem orientação especializada. Hoje, aos 37 anos, treina com a CZN em São Paulo e sonha correr uma maratona. Confira!

Eu nunca havia corrido. Por toda a minha vida sempre estive mais para o sedentarismo do que para as atividades esportivas. Após a minha gravidez, em 2015, senti a necessidade de praticar esportes, ainda que sem preparo. Desde então, me encantei, tracei metas e descobri uma nova vida, que, além dos benefícios físicos, me trouxe, inclusive, a minha mudança na forma de ver o mundo. Mais do que ninguém, vejo todos os benefícios que as atividades físicas trouxeram ao meu dia a dia e compartilho isso com as inúmeras pessoas que passei a conhecer por conta delas, sejam nas provas propriamente ditas, sejam através das redes sociais.

Já corri provas de 5km,10km, 21km e 24km. Fui adicionando quilômetros gradualmente, por que na corrida é preciso ter paciência, é preciso respeitar o tempo que o seu corpo precisa para se adaptar às grandes distâncias.

A corrida é uma atividade completa pra mim, faz bem ao corpo e à mente. Correr é sinônimo de liberdade, energia e força de vontade. A corrida é meu momento, momento de encontro comigo mesma e momento que falo com Deus.

Meus planos nesse momento que estamos sem prova é manter o condicionamento e melhorar meu tempo na corrida, aproveitar e me preparar bem. Como todo corredor meu sonho é fazer uma maratona. Sonho com essa linha de chegada quase sempre e tenho certeza de que esse momento será um divisor de águas na minha vida.

Não vivemos dias fáceis, mas os treinos realizados em casa foram ótimos para aliviar as tensões do dia-a-dia. Ajudaram a cuidar da nossa mente. Atualmente já corro alguns dias na rua com todos os devidos cuidados e tem sido momentos maravilhosos, sentir o vento no rosto é incrível, já que foram quase cinco meses sem correr na rua.

A minha assessoria me ofereceu e oferece o melhor, os melhores treinos, os melhores professores. Não mediram esforços para oferecer o que se tem de melhor. Sou muito grata a todo o acompanhamento e cuidado. Agora com o app da Sisrun conosco, temos um sistema completo, temos tudo o que precisamos de uma maneira muito rápida e prática”.

Compartilhar:

199 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *