A empresária Priscila Rosário, de Sorocaba-SP, começou a correr em 2017. Atleta da Fosthreening, ela colhe desde então os benefícios da corrida. Tem sonhos e espera realizá-los quando ‘tudo isso’ passar. Confira!

“Comecei a treinar corrida mais como terapia. Estava numa fase de recomeços na minha vida e precisava reestruturar muita coisa. Buscar novos horizontes e amizades… E o grupo de corrida veio ao encontro do momento que eu estava vivendo.  Encheu minha vida de alegrias, muitas risadas, eventos e energia positiva. Fiz grandes amizades que levo para a vida! Aprendi a me cuidar e a ver o quanto a atividade física é importante para uma vida saudável. Em todos os sentidos!
 
Comecei a correr em junho de 2017. Sempre foi difícil, porque para mim é algo desafiador. Desafia meu corpo e minha mente. Ao longo dos anos fiz diversas provas e a mais marcante foi a São Silvestre de 2017, seis meses depois que eu comecei a treinar. Não estava preparada ainda, mas quis me desafiar e pelo menos concluir a prova. E conclui!
 
Em fevereiro de 2019 sofri uma queda que me afastou dos treinos por alguns meses. Uma lesão no ombro que afetou minha postura na corrida. Em maio de 2019 iniciei o fortalecimento muscular para corrigir a lesão e encarar as corridas. Demorei alguns meses para retomar os treinos. Mais uma vez a corrida funcionou como ajuda psicológica. Uma terapia mesmo! A corrida é o meu momento! Eu, minha música e meu corpo. Assim como todo corredor amador, tenho meus períodos de redução dos treinos devido ao trabalho e à rotina da vida. Mas nunca a abandono! Sempre volto pra ela! Atualmente faço musculação duas vezes por semana com um personal e corro até três vezes na semana. É ali a minha válvula de escape, onde libero o estresse do dia-a-dia.
 
Tenho muitos planos para a corrida! Quero voltar a correr uma São Silvestre, mas bem preparada! Viajar para fazer corridas pelo mundo. Unir o esporte com o prazer de conhecer novos lugares. Mas neste período de pandemia, os treinos ficaram muito prejudicados. Retomei há poucas semanas os treinos de musculação e os treinos de corrida. Temos que nos adaptar para não nos afastarmos daquilo que gostamos de fazer. Novos horários, novas rotinas… tudo para poder continuar a treinar. Neste momento, a Fosthrenning e o Sisrun entram na organização e me ajudam com a disciplina.
 
Sou uma pessoa que precisa de organização, de planejamento e de disciplina. Sem isso as coisas não funcionam pra mim. Tendo as pessoas e os recursos certos, a gente consegue evoluir e conquistar o que almejamos. O que no meu caso é a melhora da performance para seguir me superando!

Compartilhar:

205 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *