Fabrizio Athenas 2015
Maratona de Athenas 2015

O comprometimento do gerente financeiro Fabrizio Scavassa com os treinos é algo que somente aqueles verdadeiramente determinados conseguem manter. Principalmente quando se está falando de um atleta amador. Aos 38 anos, morador de São Paulo e atleta da Ação Total, Fabrizio tem em seu currículo, além de muitas provas mais curtas, 42 meias e oito maratonas. A mais rápida das maratonas foi na Disney, em 3h15min, em 2014. Desde então, o atleta treina e corre, literalmente, atrás do seu sonho: ser sub 3 horas na maratona. Confira o seu depoimento!

“Comecei a correr com uns 9 anos por influência do meu pai, que também praticava corrida. Com 9 anos participei de uma corrida organizada pela igreja São João Gualberto, no bairro de Pirituba. Fui terceiro colocado na minha categoria e conquistei minha primeira medalha.

Na adolescência, entre 15 a 17 anos, treinava no SESI Piratininga e fazia provas de pista, saltos e lançamentos. Praticava três a quatro vezes por semana e o foco era mais as provas curtas, de 800 e 1.500 metros.

Durante a faculdade eu fui bolsista e praticava corrida pela Atlética. Mas a esta altura já havia migrado para corrida de rua e costumava fazer provas de 5 a 10K.

Fiquei um período parado entre 2008 e 2010. Ao retornar, em 2011, comecei novamente a corrida na rua e em maio do mesmo ano entrei para a Ação Total, onde comecei a treinar mais especificamente para provas longas como meia maratona.

Em 2013 fiz minha primeira maratona no Desafio do Pateta na Disney. Eram 21K no sábado e 42K no domingo. Algo muito distante de se imaginar um ano antes. Com ajuda da assessoria e seguindo as planilhas de treinamentos, foi possível concluir as duas provas. E com um tempo bom para uma primeira maratona.

No ano seguinte, já muito mais maduro como atleta de longa distância, fiz o Desafio do Dunga, na Disney novamente. Corri 5K, 10K, 21K e 42K entre quinta e domingo. Foi nesta prova onde consegui meu melhor tempo da maratona até hoje: 3h15min.

A corrida me deu a chance de conhecer pessoas e lugares. E entre as maratonas que já concluí, estão as da Disney (2013, 2014 e 2015), Maratona Autêntica de Athenas em 2015 – é chamada assim porque tem o mesmo percurso das Maratonas das Olimpíadas de Athenas de 1896, a primeira da era moderna, e de 2004. A chegada é no Estádio Panathinaikos, inaugurado em 566 AC –  e a Maratona de RapaNui realizada na Ilha de Pascoa em 2016.

fabrizio rapa nui

Esta última foi meu melhor resultado em provas. Fui terceiro colocado no geral. Fiz uma preparação de oito meses para a prova e não tive qualquer lesão durante a preparação.

Atualmente treino pela manhã e tento encaixar meus horários com meu trabalho. Costumo também, alguns dias de semana, quando não é possível treinar pela manhã, ir para o trabalho de transporte público e levo uma muda de roupa para voltar correndo para casa.

A corrida é muito importante para mim. Ela ultrapassa o meio social. Me dá qualidade de vida e bem-estar. Preenche várias lacunas, desde uma viagem para conhecer algum lugar – vejo se é possível encaixar uma prova -, confraternização de amigos, principalmente nas provas em equipe, como a tradicional Volta à Ilha, Florianópolis.

faabComo todo maratonista, tenho o sonho de alcançar grandes marcas pessoais. Tenho um desejo muito grande de um dia fazer uma maratona sub 3 horas. Uma marca muito difícil de ser atingida por qualquer maratonista amador, mas não impossível. Para um amador, fazer uma maratona abaixo de 3 horas, tem o mesmo peso da vitória para um profissional.

Hoje, com a evolução da tecnologia, ajuda ter uma planilha com acesso no celular. Com o SisRUN consegui concentrar os resultados das minhas provas realizadas de 2011 até hoje. O sistema permite consultar num só lugar toda a minha evolução.

Acredito que o sucesso do corredor amador é fruto da união de treinador e atleta. Os treinos são disponibilizados, mas se não houver dedicação e empenho, mesmo com o melhor técnico do mundo, não há resultado. Por isso é importante a sinergia entre o treinador e o corredor. Sempre que preciso, em caso de lesão, viagens repentinas ou uma nova programação de prova, o treinador é acionado para fazer ajustes na planilha. E com esta planilha online, eu pego o novo cronograma de treino tão rápido quanto a postagem do treinador”.

Fabrizio nathalia 5 meses
Com a filha Nathalia, de cinco meses
Compartilhar:

1 thought on “Fabrizio Scavassa e o sonho não muito distante de ser maratonista sub 3h”

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *