O advogado Everton Medeiros Dantas, de Natal-RN, ainda traz na memória o tempo em que pesava mais de 100 quilos com apenas 1,76m de altura. Ao mesmo tempo vive a expectativa de colocar à prova um pouco do resultado da mudança promovida por ele mesmo em sua vida há cerca de um ano. Everton está há menos de dois meses de correr sua primeira maratona, dia 2 de junho, em Porto Alegre. Um exemplo através do qual ele pretende arrastar, no tempo devido, seu filho, hoje com apenas três anos. Confira!

“Comecei a correr após alcançar 100 quilos na balança. Isso, medindo 1,76m e hipertenso por hereditariedade. No início, senti muitas dores por lesões causadas pela mecânica equivocada. Preço por correr sem qualquer assessoria técnica.

Até que o meu fisioterapeuta me sugeriu a Go Runners. Com eles ajustei minha mecânica e evoluí estratosfericamente. Tudo por meio de planejamento e cuidados específicos. E lá se vai um ano que essa história com a Go começou.

A assessoria tem o papel essencial de me fornecer informações técnicas e experiências. Há uma unidade entre as pessoas que estão lá, sem competição direta como acontece em outros esportes.

everton1Na Go Runners percebo uma alegria no trabalho dos profissionais, o que facilita para os alunos, pois todos se sentem abraçados e veem resultados.

Neste momento, estou me preparando para a Maratona de Porto Alegre. Estou muito focado em concluir minha primeira maratona. Espero ir além, com pelo menos, uma maratona anualmente. No início dos treinos, o corpo precisa de um tempo para se amoldar à nova realidade. Mas é uma questão de um breve período, pois estamos falando da melhora na qualidade de vida.

Hoje, reduzi minha necessidade de sono de nove para sete horas diárias. Acordo às 4h, sempre muito bem disposto e pronto para correr. Mas tudo isso sem o apoio da família é quase impossível. Principalmente para treinos de longa distância, que requerem uma boa noite de sono e privação de algumas festas ou eventos.

Mas o efeito benéfico é tão visível, que atraí minha esposa do sedentarismo para uma maravilhosa companhia na corrida. Quem sabe um dia não faremos uma maratona juntos, estimulando, de forma reflexa, nosso filho que hoje tem apenas três anos de idade”.

Compartilhar:

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *