Natural de Santos, Pedro Nogueira Minga da Rocha se relaciona com o esporte desde cedo. Como quase toda criança, praticou futebol e também judô. Cedo ainda, conheceu a corrida de rua e com ela estreitou seu relacionamento após de formar em Educação Física. Hoje está à frente da Pedro Minga Assessoria Esportiva, que mantém três polos de treinamento em Santos. Confira!

“Minha relação com o esporte sempre foi muito boa e ampla. Quando criança e adolescente pratiquei vários esportes, com uma predominância maior no futebol e no judô. E já aos 14 anos participei pela primeira vez de uma prova de pedestrianismo, a 10K Tribuna FM, que é tradicional aqui em Santos.

A assessoria nasceu em maio de 2012, através de um projeto que eu já tinha em mente há alguns anos. Trabalhei em uma assessoria esportiva durante quatro anos, de 2006 a 2010. Naquele momento era o plano mais viável, por que eu conseguiria juntar o meu conhecimento de corrida de rua e de treinamento funcional com um investimento bem mais baixo se comparado com uma academia tradicional.

As primeiras aulas da assessoria foram para um grupo pequeno, de quatro mulheres. Começamos com os treinos na faixa de areia com poucos recursos materiais, mas com muita vontade e disposição para suportar as adversidades do treinamento outdoor, como frio e chuva. Em pouco tempo estávamos em nossas primeiras provas oficiais, em Santos e em São Paulo. Ainda hoje o nosso foco é a corrida e o treinamento funcional, mas já contamos com três pontos de treinamento: na praia, no sambódromo de Santos e em nosso studio.

A corrida de rua aqui na cidade segue forte e em crescimento, com muitas provas e assessorias esportivas espalhadas por toda cidade. E nossa perspectiva de crescimento é grande. Fazendo um excelente trabalho conseguimos trazer mais adeptos para esse esporte, visando em primeiro lugar saúde e qualidade de vida.

Sou muito grato pela profissão que escolhi e pelo reconhecimento das pessoas pelo que faço. Não tem preço ver  a alegria nos rostos dos alunos depois de um treino ou de evento. É muito bom vê-los diariamente se superando e aprendendo coisas novas!”

Compartilhar:

147 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *