Felipe Sammy Batista Paiva é apenas mais um que vive os impactos positivos da corrida em sua vida. ‘Apenas mais um’? Não, nunca é tão simples assim quando falamos de pessoas e de mudança de hábitos. Segurança patrimonial em Vitória da Conquista-BA, Felipe começou a correr em meados de 2017 e hoje treina com a DS Trainer. Confira!

“Meu começo na corrida se deu após o São João de 2017.Estava sedentário, fumava um maço de cigarros por dia e pesava 90 quilos. Então resolvi largar o cigarro e tentei correr, mas no começo era difícil. Só conseguia caminhar e dar uns trotezinhos de poucos metros.  Mas em poucos meses eu fui melhorando a condição física e logo já fazia 5k correndo.

Ao ver alguns treinos meus no Strava, meu amigo Márcio Lanuzi me fez um convite. Me desafiou a participar de uma corrida aqui na cidade, que ia rolar em dezembro. Fiquei empolgado com o desafio, mas com medo porque não conhecia o mundo das corridas de rua. O dia da corrida foi uma das melhores experiências que já tive na vida. Me apaixonei. Fiz 10K ainda muito pesado, com 85 quilos. Foi surreal e ali bati o pé e falei que era corredor. Mas eu ainda bebia nos finais de semana e demorei um pouco a tomar a decisão de focar realmente na corrida.

Desde então tive uma evolução considerável para um corredor amador. Fiz 10K em dezembro de 2017 e em fevereiro de 2018 eu já estava encarando uma meia maratona, ainda pesando 82 quilos. Depois destes 21K resolvi partir para as longas distancias e a sonhar com uma maratona. Ela veio em setembro de 2018, menos de um ano depois da minha primeira corrida oficial. Fiz os 42K da Maratona de Salvador em 4h12min.  Ao voltar de lá resolvi buscar uma academia pra fazer fortalecimento e em janeiro deste ano busquei suporte na DS Trainer, assessoria da qual faço parte.

Daí em diante minha evolução deu um salto. Fui para a segunda maratona no mês de abril, em São Paulo, com 71 quilos e fechei os 42K em 3h28min. Passei a fazer 5K abaixo de 20 minutos e 10K abaixo de 40 minutos. Não há dúvidas de que o trabalho junto com um profissional faz toda diferença. Um mês após a maratona de São Paulo, corri outra maratona em minha cidade, fechando em 3h30min.  Loucura fazer duas provas longas em um tempo tão curto, mas não queria ficar de fora da primeira maratona em minha cidade. Vale ressaltar que não foi recomendado pelo meu professor. Eu agi por conta própria!

Amo todas as provas que fiz, mas destaco sempre a primeira, de 10K, a OAB Night RUN; os primeiros 21K na Meia do Sertão, por me despertar o interesse nas longas distancias; e minha primeira maratona na cidade de Salvador. Mas tem também a Maratona Internacional de São Paulo, por refletir uma melhora no meu desempenho após um suporte da academia e da assessoria.

Agora estou treinando para uma meia maratona que acontece aqui na cidade em janeiro. Seria um teste para ver se está tudo bem e poder partir novamente para outra maratona. Mas eu ganhei, em um sorteio do Instagram, a inscrição para a Maratona de São Paulo, em abril. Então, depois da meia, começo a focar nos 42K novamente. 

Tenho certeza de que a assessoria é fundamental para manter o foco, a determinação e a motivação para ir atrás dos sonhos. Quero continuar correndo bem e quem sabe um dia participar do Desafio Ninja na Uphill. Seria surreal, quem sabe um dia chego lá… Caso estabeleça de fato essa meta, estarei pronto para buscar esse objetivo.

Enquanto isso, aproveito os impactos da corrida na minha vida. O maior deles foi largar o cigarro da noite para o dia. Com isso a corrida trouxe a convicção de que tudo é possível quando se quer de verdade buscar algo. Da parte mental à parte física, tudo muda. O sono e a disposição de levantar pela manhã são, sem dúvida bem melhores que antes. A gente passa a se sentir melhor em relação a tudo.

Tento aplicar na minha rotina diária o que ganhei com a corrida. Acho que vira um habito manter o foco, a concentração e a disciplina, tanto em casa como no trabalho. Eu passo a pensar mais na frente porque sei que no dia seguinte tem treino e que mais à frente tem prova. É um ciclo vicioso e bom!

Em relação aos treinos, gosto muito da tecnologia e o SisRUN já me ganhou de cara quando vi a mensagem motivacional. Tem sempre uma diferente! Abracei uma de Henry Ford que diz “Nada é difícil se for dividido em pequenas partes”. Graças ao SisRUN, levo isso comigo para todas as provas de longa distância. Na parte técnica é legal por que posso me planejar semanalmente quando a planilha é disponibilizada. Podemos parear e digitar as atividades, ver mensagens do grupo, ter um contato na palma da mão a qualquer lugar e hora do dia. Hoje não me vejo tendo um bom desempenho na corrida sem esses recursos da academia e da assessoria, que junto ao aplicativo do SisRUN facilita e ajuda o corredor a se manter motivado”.

Compartilhar:

180 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *