Engenheiro de Segurança do Trabalho em Jaraguá do Sul-SC, Fábio Britto, 40 anos, é atleta da Romero Running desde julho de 2018. Começou a correr cedo, pelas mãos do pai. Mas só foi mesmo inserir a corrida em sua rotina em 2016. Confira!

Comecei a correr aos 11 anos, incentivado por meu pai. Era o famoso estilo cooper. Um pouco antes de incluir a corrida de vez em minha rotina, já havia participado de algumas poucas provas de 2011 a 2013.

Sempre pratiquei algum tipo de esporte, mas a corrida, de fato, inclui de vez na rotina em 2016, com foco na saúde e no emagrecimento. A evolução veio com a provocação de uma amiga, a Nariane Rios, que treina na mesma assessoria, no final de 2017. Ela praticamente me intimou a treinar sério para atingir o desafio de correr os meus primeiros 21K, em uma prova sensacional que aconteceu em Florianópolis-SC, em junho de 2018.

A partir daí, passei de corredor recreativo a alguém que busca evoluir em novas distâncias e reduzir tempos. Em 2018 também foi o período que iniciei na Romero Running, com treinos presenciais e funcionais voltados para a corrida. Foram algumas provas concluídas, cada uma com um tipo de conquista. Consegui reduzir tempos e correr distâncias maiores, mas destaco as duas provas de 2019: minha primeira maratona e minha primeira prova em equipe. Duas experiências interessantes, que não resumem o que é fazer parte da Romero, mas que trouxeram grandes aprendizados. Ter fechado os 42.195m pela primeira vez foi algo surreal, ainda mais em uma cidade como Floripa, com aquele clima e visual fantásticos.

Fizeram parte dessa conquista, diretamente, os coachs Ana Paula Romero e Júnior Gazzoni, os amigos e parceiros de desafios Hugo Richter e Nariane Rios, além de outros amigos que também estrearam distâncias nessa mesma prova. Depois vieram ainda mais duas maratonas.

Já a experiência de correr em equipe aconteceu na Maratona do Beto Carrero, em agosto de 2019, em Penha-SC. Nessa prova pude sentir a energia do que é competir e se divertir ao mesmo tempo. Foram montados quartetos e octetos da Romero. Buscar individualmente o melhor resultado para ajudar o time, é recompensador. Você pensa de forma ímpar para impactar no coletivo. Foi emocionante ver cada largada e chegada do revezamento para fechar 42km distribuídos pelo Parque Temático.

Atualmente eu treino de acordo com o próximo desafio. São alinhados individualmente. A cada treino, busco melhorar um pouco mais. Sempre tem um detalhe ou um ajuste para realizar.

Além da evolução na performance, a corrida nos transforma. É fundamental para aliviar o estresse do dia-a-dia e garantir a motivação. Ajuda na forma física e mental.

Quanto aos projetos a curto prazo, se as condições permitirem, será participar da primeira prova de 2021 competindo na modalidade trail. Vai ser desafiador. Vamos em um trio, buscar o melhor resultado. A médio prazo, melhorar o condicionamento físico para atingir os objetivos que estão por vir, inclusive novas modalidades (de olho no calendário de provas). Já a longo prazo, muita saúde e manutenção do trabalho que vem sendo realizado. 

Esse 2020 foi um ano de transição. Período delicado, marcado pela saudade e muitos aprendizados. A Romero se preocupou em trabalhar os treinos à distância, online, para manter o condicionamento físico dos alunos. Isso foi fundamental e um cuidado e tanto!

Estar na família Romero Running já faz parte da rotina. Fazer os treinos presenciais, sentir a energia de cada treinador, a preocupação em estabelecer o melhor entre teoria e prática, corrigir movimentos, fortalecimentos específicos, isso é fundamental para a minha evolução e dos demais “Romeritos”.

Com a chegada do SisRun, temos um ambiente personalizado e com entregas rápidas, seja dos treinos ou recados. A possibilidade de fazer enquetes, organizar informações, produz um conteúdo único e capaz de gerar feedbacks importantes para melhorar como assessoria e ajudar na evolução de cada atleta. São detalhes de um trabalho coletivo com foco na individualidade. Me sinto honrado em fazer parte dessa família e ainda por ser um dos três primeiros alunos da assessoria. Não tem como traduzir isso em texto, são muitas histórias e amigos para contar aqui, só fazendo parte para viver cada treino e momento junto dessa galera show! Evoluindo juntos!

Compartilhar:

212 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *