Uma das principais assessorias esportivas do Rio Grande do Sul, a Winners está completando uma década de vida. Capitaneada por Anderson de Freitas a equipe está presente em praticamente todas as corridas de rua no Rio Grande do Sul, algo bem diferente dos primeiros meses de vida e, especialmente, do primeiro dia de treino. Confira!

“A Winners surgiu em Porto Alegre em 2009. Estamos completando 10 anos no dia 7 de dezembro. Ela surgiu do sonho do nosso fundador, o Àtila, de criar algo novo, que não fosse só esporte, mas verdadeiramente uma família. Depois de trabalhar em uma outra equipe entregando água, resolveu meter o peito e criar a Winners. No primeiro treino havia apenas um aluno que ele ia buscar em casa para treinar. Mas o desejo era chegar a 100 alunos e em dois isso aconteceu. Hoje, nossa relação com o esporte está presente em cada treino e proporcionar qualidade de vida, ajudando os alunos a alcançar seus objetivos é o que nos move.

Lembro que nos primeiros eventos a presença da equipe era tímida, com poucos atletas. Mas já no segundo ano fomos a maior assessoria nas quatro etapas do Circuito das Estações. Isso nos rendeu um convite da Adidas para patrocinar a equipe. Até hoje levamos esta marca no peito.

Nosso principal foco é a corrida de rua, mas já temos um braço no trail run e estamos nos organizando para lançarmos o treinamento de triathlon em 2020. O cenário destes esportes é bom aqui em Porto Alegre. Temos muitos parques para as pessoas praticarem, o que ajuda a ter um bom número de praticantes, embora seja algo que ainda não dá para compar a Rio e São Paulo.

Nossa perspectiva de crescimento é proporcional à qualidade do serviço que prestamos. Não pretendemos ser a maior assessoria, mas prestar o melhor atendimento para nossos alunos. Ajudar as pessoas a atingirem seus objetivos, sendo saúde ou rendimento, é muito gratificante. Isso me motiva a ir sempre além e me manter ativo também. Os professores são as maiores influências e referências para os alunos.

Compartilhar:

147 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *