Quem nunca se sentiu sozinho durante aquele treino longo de fim de semana? Você chega lá do km 20, 25, 30 e percebe como fez falta aquele suporte no meio do percurso… Foi essa a inspiração que Fabio Alves a funda em fevereiro de 2021 a Assessoria Turma do Longo, em Campo Grande-MS. O que começou um tempo antes informalmente, o suporte a atletas durante os longões, acabou tornando, em plena pandemia uma assessoria esportiva de respeito. Confira!

´´Comecei a cursar Educação Física com o objetivo de montar uma escolinha de futebol. Mas já do segundo para o terceiro semestre fiz minha primeira prova de corrida, 5K. Fiz um tempo sem nunca ter treinado e depois disso comecei a colaborar com os eventos esportivos da faculdade e isso começou a abrir as portas da corrida para mim.

Antes de me formar a organizadora de corridas para a qual eu colaborava na entrega kits me chamou para trabalhar com eles. A partir daí passei a trabalhar no seu grupo de corrida e fazer as provas aqui de Campo Grande-MS com eles, ajudando na organização. No ano passado eu saí da assessoria em que trabalhava e acabei montando a minha assessoria, a Turma do Longo.

Antes de montar eu já gostava de fazer provas longas e como já trabalho com isso há mais de seis anos. Quando fiz a primeira maratona, não contei com o suporte nos treinos longos, de 27, 30k e acabava correndo sozinho, com minha mochila de hidratação. Percebi que havia uma carência de atendimento e de suporte a quem estava nestes treinos. Foi quando pensei em oferecer de fato este suporte. Claro que para faz os treinos longos, como também quem está iniciando. Às vezes um ponto de hidratação e um carbogel no meio do percurso é o detalhe para a pessoa fazer um bom treino de 6K.

Hoje também atendemos corredores à distância, como Cuiabá, Florianópolis, Recife, e o SISRUN me ajuda muito nisso. Não precisamos usar o whatsapp, por que pela plataforma é muito mais fácil e organizado. Pelo aplicativo sabemos a hora certa de falar com o aluno. Ele corre e dá o feedback, e aquela é a hora de falarmos por que é ali que ele está pensando em corrida.

Praticamente abri a assessoria na pandemia, então as dificuldades que muito enfrentaram, eu não tive. Mas também sempre fui um cara bem pra cima e no meio da pandemia acabei saindo de um lugar em que era funcionário para ter minha própria assessoria. Tudo o que eu sempre queria fazer lá, precisava de autorização, hoje não. O que eu quero eu vou lá e corro atrás. Hoje estamos 50 alunos em média, um grupo que vem crescendo e marcando presença nas provas aqui na capital e em outras cidades. Sempre aparecendo no pódio e com muita animação.

Este ano um dos objetivos é fortalecer a ideia de levar atletas para correr em outras cidades. Vamos com muitos atletas para a Meia do Rio, quase todos, como fazemos aqui em Bonito. A Maratona de Porto Alegre também está na lista.

Atualmente temos um professor, o Maicon, que é um dos principais atletas locais e ele é o responsável pelo trabalho mais específico com aqueles que buscam performance. Ele começou com a gente no início deste ano e estamos encaixando boas ideias.

Aqui temos ótimas assessorias e claro que me espelhos em algumas ideias, já que estou há apenas um ano com a minha própria no mercado. E temos sempre que pensar no que é melhor para os alunos.

275 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *