Márcio Preto corre há 14 anos, os últimos quatro pela GoFit, assessoria em que também é treinador. Morador de Santa Maria-RS, Márcio, de 39 anos, estava em meio aos planos de tornar-se sub3h na maratona quando a pandemia chegou. Confira!

“Comecei a correr em 2006, incentivado por um amigo que morava em São Paulo. Minha primeira prova foi o Revezamento Pão de Açúcar, quando corri 5K. Logo passei para os 10K e em 2008 fiz minha primeira meia maratona. Hoje já tenha mais de 10 provas nesta distância. Em 2010 corri minha primeira maratona, no Rio de Janeiro. Já são mais de 10.  Em 2017, minha primeira Ultramaratona, com 82K na Travessia Torres-Tramandaí, prova que já corri três vezes.                                                                                  

Atualmente treino cinco vezes na semana. Como já passei daquela fase de completar uma maratona, depois uma ultra, tenho focado em baixar o tempo, especialmente nos 42K. Tenho buscado melhorar minha performance. Em 2019 fiz 3h cravadas na maratona. Ainda sigo com os planos de ser sub3h numa maratona e em breve estar na Maratona de Boston.
 
A corrida impacta minha vida em todos os sentidos. Além de seu meu esporte favorito, é meu trabalho também! Vivo este esporte dia e noite, correndo e treinando os alunos da GoFit.                                                                  


Estamos vivendo dias difíceis, em que tivemos que nos reinventar. Na assessoria, oferecemos aulas online, vídeos informativos… tudo para tentar nos mantermos próximos dos nossos atletas. O Sisrun tem ajudado! Aliás, a GoFit passou a ter uma dinâmica diferente depois que adotou o aplicativo. Facilitou muito nossa vida e deixou o nosso trabalho mais profissional.

Compartilhar:

205 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *