Daqui a alguns dias, o contador Edson Domingues, de 51 anos, embarca para Buenos Aires, onde vai correr sua primeira maratona. Morador de Piracicaba e atleta da Vivaz, Edson fez neste primeiro domingo de setembro o seu último longão da dura jornada de treinos. Correu 35 quilômetros! Confira!

edson vivaz3“A corrida entrou na minha vida quando tinha 41 anos. Parei de jogar bola e comecei a pensar que tinha que fazer alguma atividade física. Eu tinha um vizinho que já corria e me incentivou bastante a começar a correr. Ele me convenceu e corrermos juntos muitas vezes. No começo eu corria 200, 300 metros e tinha que parar, caminhar, para depois voltar correr.

Tem um parque aqui em Piracicaba com um percurso de dois quilômetros e quando eu consegui fazer este percurso correndo sem parar foi uma felicidade. E, motivado. Fui evoluindo!

Uns quatro anos depois conheci a Vivaz e o Diego Capello, com estou treinando até hoje. Fomos organizando os treinos, evoluindo. Eu sentia esta evolução. Comecei nos 5K, depois vieram oito, dez… até fazer a primeira meia maratona. Fiz mais algumas meias e bateu a vontade de correr uma maratona. E no dia 1º de setembro fiz o último treino longo para a Maratona de Buenos Aires, que será 22 de setembro. edson vivazForam 35 quilômetros que me encheram de confiança para chegar bem na prova e alcançar meu objetivo.

A Vivaz e o SisRUN têm sido fundamentais nesta jornada. Receber toda semana a planilha feita pelo Diego, ver nosso desempenho e acompanhar também os colegas de assessoria nos dá motivação de seguir treinando. Aliás não tive problemas para encaixar os treinos na rotina de trabalho e de família. Procuro treinar logo cedo, para não atrapalhar o trabalho. Quanto á família, minha esposa dá umas corridinhas de vez em quando e eu a acompanho. Temos um casal de filhos que hoje estudam fora e que também sabem da importância da atividade física.

A corrida nos ajuda muito. No meu caso, que tenho uma profissão por vezes estressante, ela alivia o estresse e dá ânimo e disposição. Depois do treino parece que o dia de trabalho é diferente. Quanto à saúde, nem se fala! Perdi peso, minha pressão parou de oscilar e meus exames estão todos em ordem. Ouço as histórias de outras pessoas e dos amigos que eram sedentários e começaram a correr e me vejo nelas. Não consigo mais pensar em deixar de correr um dia.

edson vivaz1Por enquanto, meu objetivo é chegar bem no dia da prova e concluir com um bom tempo. Um sonho que espero realizar junto com a turma da Vivaz. Esse é o meu foco!”

Compartilhar:

134 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *