O vistoriador de seguros Alessandro Agabiti mora em Jundiaí-SP. Aos 41 anos, ele tem uma relação quase que profissional com a corrida. Treinado por Danilo Thomaz, Alessandro busca sempre melhorar a performance e estar entre os melhores amadores. Confira!

“Sempre gostei de correr, por qualquer motivo, isso criança ainda. Mas só fui me identificar diretamente com a corrida de rua em 2013, em uma prova da Track and Field aqui em Jundiaí. Fui sem mesmo ter inscrição só para participar e não parei mais.
 
Desde então minha evolução tem sido bem significativa. Na verdade, sempre lutei nas provas para ao menos conseguir chegar entre os três primeiros na minha faixa etária. Em cada prova o objetivo é melhorar meu tempo naquela distância. O foco de melhorar e brigar para ficar entre os cinco primeiros é recente. Tem pouco mais de um ano, quando passei a treinar com treinador aqui da minha cidade. Fiquei com ele até o início da pandemia. Mas decidimos dar uma parada e foi aí que conheci o professor Danilo Thomaz, da DT Assessoria Esportiva.
 
Eu e Thomaz somos muito parecidos em relação a treinos, foco e objetivos. Com isso a evolução acontece expressivamente. Utilizamos o aplicativo Sisrun, muito simples de usar e bastante completo! Hoje meus treinos são diários, divididos em rodagem, intervalado e tiros. Também faço fortalecimento muscular na academia e treino funcional. Gosto de correr todos os dias independente da distância e do ritmo.
 
A corrida, há um longo tempo, é uma parte do meu dia que não pode passar em branco. Gosto de correr na madrugada, às 5h da manhã, e se por algum motivo não faço o treino que está na planilha do dia fica aquela sensação de dívida. Aí passo o dia me programando para fazer de qualquer forma no fim da tarde ou à noite. É algo inexplicável.
 
A corrida mudou literalmente minha vida, me deu amigos, uma nova alimentação, mais saúde e muita qualidade de vida! Sou um atleta que me cobro todos os dias, Sou 100% focado nos meus objetivos, que hoje são em sua maioria provas de 5 e 10k. Mas já fiz uma maratona, em 2019, e várias meias. Estar entre os cinco primeiros nas provas é algo que já vem acontecendo. É uma satisfação pessoal e também um grande estímulo para os treinos.
 
Por incrível que pareça não deixei de treinar um dia sequer nessa pandemia. No início tinha muito receio, mas como faço treinos isolados e sempre na madrugada, isso passou bem rápido. Mas tive que trabalhar muito minha cabeça para não perder o foco, por que treinar sem ter uma prova alvo é muito complicado. Hoje estou expressivamente empolgado pois já tenho prova marcada para o final do ano e tanto a assessoria quanto o Sisrun têm sido meus aliados.
 
A corrida é uma paixão. Algo inexplicável que muda a vida de qualquer pessoa. Eu sou uma prova viva disso!

Compartilhar:

205 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *