São Paulo (SP), 02/04/19 – Domingo é dia de Maratona Internacional de São Paulo. Em sua 25ª edição, a prova, uma das mais importantes do calendário nacional, largará as distâncias de 42 km e 21 km na Praça Charles Miller, no Pacaembu, com chegada no Ibirapuera, ao lado do Obelisco. Somente os 5k começarão e chegarão no Ibirapuera.  O evento é  nível ouro da CBAt e Selo Bronze da IAAF. Ele e ainda integra o  “Abbott World Marathon Majors Wanda Age Group World Rankings”, que começou na Maratona de Berlin 2018 e terminará na Maratona de Londres 2020.

A organização definiu horário e sistemas de ondas para a largada, garantindo tranqüilidade e segurança dos atletas. Para a maratona, a programação terá a 1ª onda a partir das 6h30, para  Cadeirantes, vindo depois a 2ª onda, Elite masculino, a partir das 6h35; 3ª onda, Elite feminino, a partir das 6h37; 4ª onda, Atletas com deficiência CCG, a partir das 6h40; 5ª onda, Premium e Geral (completar a prova até 4h10min), a partir das 6h50; e 6ª onda, Geral  (acima de 4h10min), a partir das 7h. Para a meia maratona haverá onda única, a partir das 7h10.

Para os 5k, a largada e chegada serão  na Avenida Pedro Álvares Cabral, Ibirapuera, na região do “Monumento Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista da Revolução de 1932, a partir das 7h, em pelotão único.

Um percurso diferente dos últimos anos, mas não menos atraente. Assim será a 25ª Maratona Internacional de São Paulo. Atendendo às diretrizes dos órgão  públicos, por conta das restrições viárias com a interdição do Viaduto no Jaguaré até o começo deste mês, a prova terá largada na Praça Charles Miller, no Pacaembu, e término segue no Ibirapuera.

Kit

A entrega do kit de participação, juntamente com chip de cortesia, acontecerá durante a EXPO ATLETA MARATONA DE SÃO PAULO, no dia 5 de abril, das 8h às 20h, e no dia 6 de Abril, das 8h às 18h, no Ginásio Ibirapuera – Quadras Anexas – Rua Manuel da Nóbrega, 1361 – Ibirapuera – São Paulo. Para os atletas de Elite e Cadeirantes Elite será  no dia 6 de Abril, das 13h30 às 16h, no NOVO HOTEL JARAGUÁ – Rua Martins Fontes, 71 – Centro – São Paulo.

A prova oferecerá infraestrutura (apoio médico, acessos, hidratação, lanches) para o número oficial de inscritos. Não serão disponibilizados recursos extras para atletas que não estejam inscritos oficialmente (”pipocas”).

 

Resultados 2018

 

Masculino

1) Solonei da Silva (BRA), 2h15min55seg

2) Wellington Bezerra da Silva (BRA), 2h16min06seg

3) Goodfrey Kosgei (QUE), 2h16min38seg

4) Philip Kiplimo (UGA), 2h16min50seg

5) Paulo Kimutai (QUE), 2h17min18seg

 

Feminino

1) Andréia Hessel (BRA), 2h40min07seg

2) Shewaye Woldemeskel (ETH), 2h41min37seg

3) Valdilene Silva (BRA), 2h42min38seg

4) Adriana Aparecida da Silva (BRA), 2h42min55seg

5) Carmen Aguilera (PAR), 2h48min03seg

 

Melhores tempos

 

Ao longo de sua história, a prova conseguiu tempos bastante expressivos, com destaque para o feito do brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima (BRA),  que estabeleceu o recorde em 2002, com 2h11min19seg, e a queniana, Rumokol Chepkanan, com 2h31min31seg, em 2012. Também conseguiram tempos expressivos no masculino os quenianos Stanley Biwot, com 2h11min21seg, em 2010, e David Kemboi (QUE), com 2h11min53, em 2011. No feminino ainda se destacaram a queniana Carolyne Komen, com 2h35min51seg, em 2015, e marroquina Samira Raif,  com 2h36min01, em 2011.

 

Todos os campeões da Maratona de São Paulo (Masculino / Feminino)

 

2018 – Solonei da Silva (BRA)m 2h15min55s/Andréia Hessel (BRA), 2h40min07s

2017 – Paul Kimutai (QUE), 2h17min56s/ Leah Jerotich (QUE), 2h41min58s

2016 – Paul Kimutai (QUE), 2h17min14seg/Alice Kibor (QUE), 2h35min56seg

2015 – Asbel Kipsang (QUE), 2h15min15s/Carolyne Komen (QUE),2h35min51s

2014 – Paul  Kangogo (QUE), 2h14min16s/Rumokol Chepkanan (QUE), 2h42min27s

2013 – Stanlei Koech (QUE), 2h16min07/Samira Raif (MAR), 2h38min23s

2012 – Solonei da Silva (BRA),2h12min25s/Rumokol Chepkanan (QUE),2h31min31s*

2011 – David Kemboi (QUE), 2h11min53s/ Samira Raif (MAR), 2h36min01

2010 – Stanley Biwott (QUE), 2h11min21s/Marizete Moreira (BRA), 2h39min26s

2009 – Elias Chelimo (QUE), 2h13m59s/ Marizete Moreira (BRA), 2h42m24s

2008 – Claudir Rodrigues (BRA), 2h17m07s/Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h42m20s

2007 – Reuben Chepkwek (QUE), 2h16m05s/ Jacqueline Chebor (QUE), 2h40m12s

2006 – Rotich Solomon (QUE), 2h15m15s/ Margaret Karie (QUE), 2h39m24s

2005 – José Teles (BRA), 2h19m47s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m39s

2004 – Franck Caldeira (BRA), 2h17m30s/ Margareth Karie (QUE), 2h40m10s

2003 – Genilson da Silva (BRA), 2h16m26s/Mª do Carmo Arruda (BRA), 2h39m12s

2002 – Vanderlei de Lima (BRA), 2h11m19s*/ Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h36m07s

2001 – Stephen Rugut (QUE),2h14m30s/ Marizete Rezende (BRA), 2h38m57s

2000 – David Ngetich (QUE), 2h15m21s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m15s

1999 – Paul Yego (QUE), 2h15m29s/Márcia Narloch (BRA), 2h37m20s

1998 – Diamantino dos Santos(BRA), 2h16m55s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h39m58s

1997 – Kipkemboi Cheruiyot (QUE), 2h17m07s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h42m13s

1996 – Chalam El Maali (MAR), 2h15m21s/ Janete Mayal (BRA), 2h41m40s

1995 – Luiz A. dos Santos (BRA), 2h17m11s/Ilyna Nadezhda (RUS), 2h49m33s

 

A Maratona Internacional de São Paulo 2018 é uma realização e organização da Globo e Yescom, com apoio especial da Prefeitura de São Paulo e Sampacor. O patrocínio especial é da Cosan, Café 3 Corações, Raízen e Montevérgine. O apoio é de Dois Cunhados, Probiótica, Novotel, Bendita Cânfora, Verde Campo, Espaço Laser, Velocitá, Cenoura&Bronze, Guaramega, Risqué, Madrugão, Águia Branca e Tauber Gold. A supervisão técnica é da CBAt, FPA,  IAAF, AIMS e Abbot World Marathon Majors.

 

Mais informações no site oficial, www.maratonadesaopaulo.com.br 

Compartilhar:

147 Posts

Jornalista, pai e corredor. Vê a corrida como uma ferramente para fazer a vida fazer sentido. Não se preocupa em ser rápido, nem com a chegada. O que importa é o caminho...

Escreva uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *